Cultura, a cara de um Povo.

Prof. Célio Lupparelli

Do pintor veneziano Giandomenico Tiepolo, O TiradentesA Cultura é uma das principais características humanas, pois somente o Homem tem a capacidade de desenvolver culturas, distinguindo-se, dessa forma, dos outros seres. Cultura é tudo o que o Homem, através de sua racionalidade, ou seja, de sua inteligência, consegue executar.
Todos os povos e sociedades possuem sua cultura, por mais tradicional e arcaica que seja, pois todos os conhecimentos adquiridos são passados das gerações passadas para as gerações futuras. Artes, ciências, costumes, sistemas, leis, religião, crenças, esportes, mitos, valores morais e éticos, comportamento, preferências, invenções e todas as maneiras de ser dão forma e consistência à Cultura. Se os valores culturais são passados aos descendentes, como uma memória coletiva, a identidade de um Povo é maior. A Cultura é um elemento social, impossível de se desenvolver individualmente.
No Brasil, poucas são as ações para preservar valores culturais como, por exemplo, a conservação de monumentos históricos, construções que deveriam representar a nossa memória e que deveriam ter uma Política especial. Como ilustração deste descaso, temos as inúmeras construções abandonadas na Colônia Juliano Moreira, em Jacarepaguá. Quando se vê os prédios se desintegrando sob os olhares passivos da população, tem-se a exata dimensão de como estamos longe de cuidar de nossa História, de nossa Memória, repito. Talvez isto explique o porquê das depredações em praças e espaços públicos. Vejam que os ataques ao monumento de Zumbi dos Palmares e de Carlos Drumond de Andrade são constantes.
Roda-viva, cultura de bairro em MacaéSerá que isto se verifica em países onde a cultura é mais voltada para a permanência do que é produzido de bom pelo Homem? Defendemos a idéia de que, nas escolas, nas famílias, nos encontros de diversos tipos a conscientização da preservação cultural deva ser difundida e tratada como um Patrimônio. A estabilidade comportamental de um Povo parece ser o reflexo de sua Cultura. Em razão disto, a Educação deve ter como grande meta a preservação da identidade cultural.
As manifestações culturais são a Cara de um Povo e, por isto, a sua transmissão às gerações futuras é vital para que o grupamento humano tenha o seu perfil bem definido e o distinga dos demais, elevando a auto-estima das pessoas que o compõem.

 

O Prof. Célio Lupparelli é Professor, Médico, Administrador, Pedagogo, Ex-Diretor de Escola Municipal por mais de 20 anos, Ex-Administrador Regional de Jacarepaguá, Ex-Secretário Municipal de Governo, Exerceu Mandato de Vereador da Cidade do Rio de Janeiro (2007-2008)