Ecuador, árbitro Moreno derrotado às eleições

QUITO - 31 de outubro de 2002

A Agência de notícias ANSA, informou que o inefável árbitro Moreno não conseguiu coroar seu sonho de tornar-se vereador da prefeitura de Quito. O Tribunal eleitoral divulgou os resultados das eleições do dia 20 de outubro passado, onde se apreende que o tão criticado juiz, que se tornou famoso pelas suas controvertidas decisões durante a copa do mundo na Coréia, sobretudo no jogo entre a equipe da casa e a Itália, recebeu, apenas, 25.905 votos, classificando-se ao 21º lugar, fora, portanto, da lista dos primeiros 15 que resultaram eleitos.Moreno era candidato no partido ultra-conservador de Alvaro Noboa, o Partido de Renovação Institucional. Noboa conseguiu entrar na disputa presidencial para o segundo turno, eleição que acontecerá no próximo 24 de novembro. Em caso de vitória o juiz Moreno garantiu que teria deixado a atividade de árbitro. Lembramos que, para conquistar votos e popularidade entre os eleitores de Quito, Moreno combinou mais uma: deu um acréscimo (inexistente) de 13 minutos para consentir ao time da casa de ganhar o jogo.