Quaresma na nossa vida

(©L'Osservatore Romano - 23 de Fevereiro de 2002)

O Papa ao AngelusTodos nós precisamos de parar para refletir, optar e decidir. Atitudes necessárias a cada um, começam a fazer parte de nós mesmos, com o perigo de se banalizarem, mas em chamamento constante a mais alto e mais além. Quaresma é tempo de reflexão. A nossa fraqueza humana tem necessidade de uma força superior, que seja capaz de nos fazer ultrapassar as dificuldades. Em termos cristãos, chamamos-lhes tentações, que, como nos diz João Paulo II "nos afastam de Deus". A liturgia deu-nos no primeiro Domingo deste tempo quaresmal a leitura das tentações de Jesus, afinal as tentações do homem: o pão, a ambição e a glória. Jesus ensina-nos o modo de vencer: palavra de Deus, fé que se traduza em atos (adoração), fidelidade a Deus a Quem servimos. Lições para aprender!