Quem com a lei tenta ferir, com a lei será ferido

O deputado Francesco RutelliFrancesco Rutelli, ex-prefeito de Roma e agora chefe do Olivo - a coalizão que se opõe ao governo Berlusconi - junto com seus assessores de centro esquerda, no governo da prefeitura de Roma, de 1994 a 1996, foram condenados em segunda instância a pagar a quantia de cerca de dois milhões de Reais à prefeitura da cidade. Assim decidiu a magistratura contábil, ao fim do processo de apelação, por causa de 34 consultorias entregues a terceiros entre 1993 e 1997. Respeito à condenação de primeiro grau, Rutelli e sócios receberam um desconto de 30% sobre a sanção aplicada pelo Tribunal de Conta, equivalente a três milhões de reais. Na primeira sentença os juízes afirmaram que os encargos concedidos pelo prefeito "deveriam ser considerados ilícitos e os benefícios financeiros pagos constituem um injusto empobrecimento das finanças da prefeitura de Roma". Segundo os magistrados "o dano concretamente recebido pela prefeitura é grave".