Uma data que não se pode esquecer

La repressione nella piazza TienanmenNa madrugada entre dia 3 e dia 4 de junho de 1989, os militares chineses abriram fogo contra  protestantes pacíficos. Centenas morreram.

Alguns dissidentes chineses que vivem nos Estados Unidos, prometeram de continuar a batalha "para uma mudança democrática" na China Comunista.

Dezenas deles participaram de uma vigia à luz de vela de frente da Embaixada chinesa em Washington, véspera do aniversário da repressão de Tienanmen.