Simon Khoury

Simon visto por Chico CarusoSimon Khoury nasceu no dia 25 de Janeiro de 1936, na cidade de São Paulo, data de sua fundação e data da conversão de Paulo ( São Paulo) ao Cristianismo. Seria natural que a criança se chamasse Paulo, mas como costume no Líbano, terra do pai de Simon, Michel Khoury, o primogênito da família deveria receber o nome do avô paterno, daí Simon ter ganho este nome, enquanto Michel prometeu a São Paulo que lhe dedicaria o próximo filho, como fez, efetivamente. Filiação: Michel Khoury, pai de Simon foi um renomado prateiro e antiquário, tendo criado a Prataria Brasileira. Suas pratas eram assinadas M.K. A mãe de Simon, Anna Khoury foi uma senhora de grande dinamismo, tendo fundado as rádios Eldorado e Imprensa - a primeira FM da América Latina - e trazido para o Brasil 8 canais de rádio quando no Brasil não mais havia disponibilidade de canais de radiodifusão. Radialista, Simon Khoury trabalhou nas rádios Eldorado (fundada por sua mãe, Anna Khoury), JB, Roquette Pinto, como programador musical e entrevistador, e na FM Nacional, como diretor. Desde a fundação da primeira FM do Brasil, rádio Imprensa, atua nela como programador do canal de música ambiental em canal privativo de rádio, tendo realizado até o ano 2000, vasta programação de música do Cinema assim como entrevistas com personalidades da música, do teatro e do cinema. Jornalista, escreveu para o Pasquin, Tribuna da Imprensa e Jornal do Brasil. Produziu 16 discos, entre eles os de Johnny Alf, Carmem Costa, Vinícius de Moraes, Sebastião Tapajós, Chiquinho de Acordeon, e o de Paulo Autran, este último com interpretações de textos e poemas clássicos. Dirigiu 16 shows, entre eles o de Sebastião Tapajós, Joyce, Zezé Motta, Roberto Menescal, Hermeto Paschoal, Ângela Ro Ro, Altamiro Carrilho, Aracy de Almeida, Carlos Galhardo e Silvio Caldas. Ator, participou de 12 peças teatrais, 10 novelas na TV Globo e de 4 filmes. Cinema: apaixonado pelo cinema, produziu durante 20 anos um programa dedicado às músicas de cinema, desenvolvendo no mesmo o roteiro e particularidades do filme assim como dos atores. Poderíamos chamá-lo, sem medo de errar de Enciclopédia viva do Cinema. 18 livros publicados sobre o teatro brasileiro. Possui, hoje, um acervo de 638 entrevistas gravadas (média de seis horas cada), das quais, 488 com músicos e cantores brasileiros, em sua maioria; 150 realizadas com atores de teatro, todas sendo transformadas em livros, 18 já publicados, sendo os 2 primeiros sob o título de Atrás da Máscara (14 entrevitados, só homens, 7 em cada livro) - Editora Civilização Brasileira - e os outros, sob o título de Bastidores, 4 pela Editora Leviatã e, 12 pela Editora Letras e Expressões, com patrocínio da Brasil Telecom e de Montenegro & Raman, cujo planejamento, pretendendo atingir a publicação das 150 entrevistas ora existentes, além das que ainda nascerão (Simon deseja, por exemplo, elencar grandes e jovens atores como Matheus Nachtergaele e Selton Melo) segue: Paulo Gracindo, Tonia Carrero, Cláudio Correa e Castro, Henriqueta Brieba; Antonio Fagundes, Maria Della Costa, Ary Toledo, Vanda Lacerda; Marco Nanini, Irene Ravache, Armando Bogus, Aimée; Ary Fontoura, Cleyde Yáconis, Diogo Vilela, Marlene; Jô Soares, Elba Ramalho, Luis de Lima, Mara Rúbia; Paulo Autran, Dulcina de Moraes, Pedro Paulo Rangel, Dina Sat; Renato Borghi, Dercy Gonçalves, Hélio Ary, Nicette Bruno; Ney Latorraca, Henriette Morineau, Mílton Gonçalves, Eva Vilma; Rubens Correa, Marília Pera, Oswaldo Louzada, Laura Cardoso; Costinha, Nathália Timberg, Milton Carneiro, Lucélia Santos; Tony Ramos, Eva Todor, Milton Moraes, Suely Franco; Juca de Oliveira, Thereza Raquel, Osmar Prado, Laura Suarez; Jorge Dória, Renata Sorrah, Ewerton de Castro, Célia Biar; Lima Duarte, Marieta Severo, Sebastião Vasconcelos, Regina Casé; Raul Cortez, Glória Menezes, Otávio Augusto, Etty Fraser; Zé Vasconcelos, Bibi Ferreira, Sérgio Viotti, Yoná Magalhães; Ítalo Rossi, Virgínia Lane,Gracindo Jr., Thelma Reston; Sérgio Britto, Vera Fischer, Oswaldo Loureiro, Aracy Balabanian; Ronald Golias, Beatriz Segall, Cláudio Cavalcanti, Ruth de Souza; Agildo Ribeiro, Fernanda Montenegro, Fúlvio Stefanini, Célia Helena; José Wilker, Maria Fernanda, Jonas Mello, Suzana Vieira; Chico Anísio, Ítala Nandi, José Mayer, Tânia Alves; Tarcísio Meira, Regina Duarte, Walter D´Ávila, Lélia Abramo; Walmor Chagas, Cláudia Raia, Mauro Mendonça, Cláudia Abreu; Déborah Duarte, Oswaldo Loureiro, Othon Bastos, Norma Benguel.